Educação

Compartilhe:  
Movimentos da Zona Leste lutam pela educação pública
por: Valter A. Costa
01/07/2012

Movimentos Sociais de Educação da Zona Leste discutem problemas da região com o secretário estadual da educação


Neste dia 28 de junho, quinta-feira, uma comitiva composta por cerca de 50 pessoas, integrantes de Movimentos Sociais de Educação, da Zona Leste, estiveram em audiência na Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, onde foram recebidas pelo Secretário Herman Jacobus Cornelis Voorwald. Coordenando o grupo de dirigentes comunitários e educadores, o Padre Tição organizou a entrega de 15 demandas que tinham sido anteriormente elaboradas por cada entidade envolvida.

 Uma destas entidades que fez a entrega de proposta  foi o Fórum para o Desenvolvimento da Zona Leste, cujo Grupo de Educação estava representado por Jorge Macedo e pelo Professor Marcio de Almeida Costa, também integrantes do Movimento Nossa Itaquera. O documento entregue por ambos ao Secretário continha uma Proposta Curricular Comunitária na qual é sugerido o estímulo para que as escolas da Zona Leste estudem sobre os problemas e potencialidades da região. É proposto, portanto, o estudo da realidade local como forma de complementar e enriquecer o currículo que possui uma base comum unificada. Sem o comprometimento desta base comum, o que foi apresentado na proposta feita por educadores do FDZL e Movimento Nossa Itaquera é uma maior atenção das escolas, através de seus professores e alunos, às realidades dos territórios em que  estas escolas estão instaladas, os problemas enfrentados por seus moradores e os projetos existentes para a melhoria na qualidade de vida dos alunos e seus familiares.

Nesta reunião também foi dada uma devolutiva, pela Secretaria, de demandas que tinham sido entregues pelo movimento em reunião anterior, realizada no dia 17 de maio, que tinha pautado mais questões ligadas à infraestrutura. Já nesta nova reunião a maior parte das questões e sugestões trazidas pelos movimentos estava relacionada à qualidade do Ensino  nas escolas da região. Respondendo, por exemplo, à queixa da falta de professores, o Secretário Herman informou sobre a chamada de 14 mil professores novos que passaram em concurso e da abertura de outro concurso para PEB II ainda neste ano. Dando prosseguimento à reunião, o subsecretário Adjunto, professor João Cardoso Palma Filho tratou da questão dos professores eventuais e do estudo de propostas para a melhoria das condições de trabalho destes professores.

Para o acompanhamento das novas demandas apresentadas foram já marcadas as próximas reuniões que acontecerão no dia 28 de agosto, na Igreja São Francisco de Assis, do Padre Tição, em Ermelino Matarazzo e no dia 17 de outubro, que deverá contar com a presença do secretário. Vamos acompanhar.


Mais notícias relacionadas a Educação

• Convite para o Seminário: Estudos e Ações para a Educação de Qualidade Social e Proteção Integral à Criança e Adolescente no Território
• Vídeo III Congresso - Professor Paulo Cesar Carneiro
• Vídeo III Congresso - Manoel Romão
• Vídeo III Congresso - Edson Amaro
• Vídeo III Congresso - Diretor José Silveira




Deixe seu comentário