Educação

Compartilhe:  
Participe das atividades da SPLeituras
por: Carlos Marcel
05/06/2013

Se você é um profissional de uma das áreas abaixo e quer participar das atividades da SP Leituras, envie seu currículo e/ou portfolio para contato@spleituras.org com o assunto QUERO PARTICIPAR.

  • Contador de histórias
  • Escritor
  • Mediador de leitura
  • Professor de literatura e/ou redação/escrita
  • Grupo de dança
  • Grupo de teatro
  • Músico
  • Mágico
  • Palhaço
  • Recreador
  • Oficineiro: artes plásticas, artesanato, audiovisual, histórias em quadrinhos, informática, ilustração, jogos de tabuleiro, origami, pipa…

 … e outras atividades artísticas vinculadas à literatura e manifestações culturais em geral.

SP LEITURAS

A SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura é uma organização social sem fins lucrativos, fundada em maio de 2010. É uma instituição cultural dedicada a realizar programas e ações que promovam e incentivem o gosto pela leitura em todos os segmentos da população. Em suas atividades, gere ações da Secretaria de Estado da Cultura do Governo de São Paulo.

BIBLIOTECA DE SÃO PAULO

A SP Leituras é responsável pela gestão da Biblioteca de São Paulo (BSP). A proposta é fortalecer, potencializar e difundir seu caráter inovador no que diz respeito à estrutura, acervo, serviços, espaço, acessibilidade e oportunidades de inclusão social.

 Programas permanentes

Criança

Hora do conto – Contação de histórias, mediação de leitura e dramatizações – voltado ao incentivo à leitura e ao desenvolvimento criativo dos envolvidos.

Pintando o 7 – Conjunto de atividades de artes plásticas direcionado ao desenvolvimento artístico e intelectual dos participantes.

Brincando e aprendendo – Programa que reúne intervenções, jogos e brincadeiras educativas.

Bebelê – Programa de iniciação e estímulo às potências cognitivas de crianças com idades entre 6 meses e 3 anos, por meio de experiências lúdicas com livros.

Jovem

Leituras e Letras em Harmonia – O programa apresenta aos jovens temas relacionados à música, literatura e poesia, além de oferecer um espaço para apresentações na BSP e incentivo para produção artística.

Clube da leitura – Programa de construção literária coletiva, dividido em duas etapas: leitor em formação e mediação de leitura.

Tabuleiro de Jogos – Programa de iniciação a jogos de tabuleiro – história, teoria e prática.

Leitura do cotidiano – A partir da leitura de fragmentos literários e jornalísticos, letras de música e poemas, o objetivo é construir interfaces com o cotidiano.

Leitura ao pé do ouvido – Mediação intimista de leitura realizada nas dependências da biblioteca e seu entorno, a fim de sugerir autores, títulos e temas ao público.

Adulto/Idoso

Valorize – Programa de palestras, práticas e intervenções relacionadas a temas cotidianos, como economia, saúde, esportes e cultura.

Segundas Intenções – Palestras e bate-papos com escritores.

Sarau da BSP – Espaço para apresentação de textos, poesia e música.

Acessibilidade

Incluir – Atividades direcionadas às pessoas com deficiência, visando o desenvolvimento social e artístico de seus participantes.

Extensão

BSP vai até você – Programa de mobilidade cultural que tem por objetivos a interação social e o fomento à leitura, por meio de atividades e diálogos artísticos direcionados às instituições de respaldo social, bem como orfanatos, casas de passagem, penitenciárias e centros de acolhida.

SISTEMA ESTADUAL DE BIBLIOTECAS PÚBLICAS DE SÃO PAULO (SISEB)

A SP Leituras também dá suporte às operações do SisEB. Suas principais ações: promover a capacitação de profissionais das bibliotecas públicas e comunitárias do Estado por meio de eventos, palestras, cursos e oficinas. O SisEB também mantem um programa de distribuição de livros para as bibliotecas do sistema.

PRALER

O programa contribui para o incentivo à leitura e formação de público leitor em locais que não sejam especificamente destinados para tal fim, mas que tenham vocação para valer-se da leitura como meio de promoção social: hospitais, unidades prisionais e de saúde, asilos, abrigos, albergues, entre outros.

VIAGEM LITERÁRIA

Lançado em 2008, o programa consiste em levar escritores e contadores de histórias para bibliotecas do interior, promovendo bate-papos, oficinas de criação literária e contação de histórias. Desde sua criação, 237 municípios foram contemplados com o programa, contando com 1.145 eventos.

 

FONTE: http://www.spleituras.org.br/cursos/



Mais notícias relacionadas a Educação

• Convite para o Seminário: Estudos e Ações para a Educação de Qualidade Social e Proteção Integral à Criança e Adolescente no Território
• Vídeo III Congresso - Professor Paulo Cesar Carneiro
• Vídeo III Congresso - Manoel Romão
• Vídeo III Congresso - Edson Amaro
• Vídeo III Congresso - Diretor José Silveira




Deixe seu comentário