Moradia

Compartilhe:  
A Vila da Paz, em Itaquera, e a visita das Herdeiras do Rei
por: Valter A. Costa
27/12/2012

Nesta última espécie de plantão que realizamos, em alguns finais de semana, no Bar do Sr. Pedro, na Comunidade da Paz, a movimentação no dia de hoje, 22 de Dezembro, foi abaixo do normal. Com a chuva forte que caiu, já na parte da manhã, o público foi afugentado. Entraram poucas pessoas no período que lá ficamos. Alguns senhores discretos entravam, tomavam alguma coisa quente e saiam. Somente um  jovem mais falante trouxe notícia das últimas mortes ligadas às coisas do tráfico, “cobranças” envolvendo policiais, casos de roubos que a comunidade não aceita, etc. Mas não apareceu mais ninguém. Nem as assistentes sociais que iriam dar continuidade ao levantamento das condições das famílias apareceram com o péssimo tempo que fazia. Se bem que a maior parte do levantamento das famílias já foi realizado e está praticamente concluído o trabalho que resultou na identificação encaminhamento, por exemplo, de diversas crianças que se encontravam fora da escola.

No momento da chuva mais forte, porém, o bar acabou abrigando duas mulheres que se refugiaram do aguaceiro. Carregavam enormes sacos com brinquedos (bolas) e estavam ensopadas. Da porta do bar começaram a distribuição destes brinquedos para as crianças que moravam mais perto e logo viram do que se tratava. Perguntamos se faziam parte de alguma associação ou igreja e elas responderam que faziam parte de uma   “Associação dos Herdeiros do Rei”. Mesmo com toda a simpatia destas mulheres, o Sr, Pedro, bem humorado, não resistiu à tentação de brincar com esta história da “herança” supondo que sendo “Herdeiras do Rei”, aquelas mulheres  deviam ter muito dinheiro.  As senhoras aceitaram com humor a brincadeira, mas esclareceram que não tinham nenhuma herança em dinheiro. Pelo contrário. Tinham chegado naquela   comunidade através de lotação. Moravam em Guaianases e no caminho, dentro do coletivo cheio, vieram esbarrando os sacos para doações nos outros passageiros que nem reclamaram.

Como a chuva não cedesse, e elas quisessem fazer as demais entregas, acompanhamos estas mulheres até o local da quadra que fica no centro da Comunidade. Lá, várias mães, com suas crianças, já aguardavam, debaixo de chuva e com a quadra alagada. Foi rápida a distribuição. As doadoras demonstravam grande satisfação na ação. Também pareceu que tinham pouca experiência neste tipo de ação e ficaram um pouco surpresas com a reação das meninas que visivelmente aguardavam outro tipo de brinquedo. E as meninas eram a maioria. Elas ficavam alí olhando, por alguns minutos, na esperança de alguma boneca, talvez, e quando perceberam que o que tinha era mesmo a bola, acabavam levando o presente das mãos das sorridentes doadoras.
 
Terminada a tarefa, desejaram bom natal para todos e voltaram, de ônibus, para suas casas, lá em Guaianases. O episódio inspirou o Senhor Pedro a pensar na importância de tentar algum espaço para este tipo de ação, enquanto a comunidade não for removida. O Bar ou sua garagem não comportavam grande número de pessoas. E quando chove forte não é possível usar a quadra que é descoberta. Sua idéia foi de montar uma Associação de Moradores e fazer uma sede para reunir e atender o povo. Isto, porém, dependeria de ter informações, que talvez cheguem, finalmente, da nova administração, sobre o que acontecerá com a Comunidade diante do Projeto do Parque Linear. Serão mesmo removidos? Para onde? Qual seria o prazo desta remoção? De qualquer modo, com a conclusão do projeto que está sendo elaborado por arquitetos do Peabiru TCA, este será apresentado, no início de 2013, para o Ministério Público e para os representantes do novo Governo. Veremos. Um bom Natal para as Herdeiras, os Herdeiros e também para todos que estão deserdados.



Veja a galeria de fotos





Mais notícias relacionadas a Moradia

• AA
• Conversa sobre Itaquera na Casa da Memória
• Comunidades Unidas promove panfletagem na Vila da Paz em Itaquera
• Subprefeito de Itaquera visita Comunidade da Paz
• Reportagem sobre remoção de comunidade na Vila Progresso e as obras da Copa - Seu Jornal TVT 12/12/2011




Deixe seu comentário